quinta-feira, 10 de junho de 2004

comunicado cultura

O Instituto das Artes informou-nos que foram publicados os anúncios correctos de abertura de concurso, depois dos lapsos dos anúncios de sábado último. Não pudemos acreditar !!!...Trata-se certamente de novo lapso. Recusamo-nos a admitir que o Ministério da Cultura pense seriamente que fazer arte no Porto e Norte de Portugal, seja mais barato do que no resto do país. Ou será que julga os espectadores com menos direito à fruição cultural?


Senão vejamos :

Transformando os montantes de financiamento previstos numa escala de 0 a 10 valores


No domínio transdisciplinar/pluridisciplinar

O Centro do país terá 6 projectos financiados com 10 valores

O Algarve terá 2 projectos financiados com 7,5 valores

O Alentejo terá 3 projectos financiados com 5 valores

Lisboa e Vale do Tejo terão 10 projectos financiados com 4,5 valores

Porto e Norte do país terão 5 projectos financiados com 4 valores


No domínio teatro

Lisboa e Vale do Tejo terão 32 projectos financiados com 10 valores

O Centro do país terá 8 projectos financiados com 7,8 valores

O Alentejo terá 6 projectos financiados com 7,6 valores

Porto e Norte do país terão16 projectos financiados com 7 valores

O Algarve terá 2 projectos financiados com 5,7 valores


No domínio música

O Alentejo terá 3 projectos financiados com 10 valores

O Centro do país terá 7 projectos financiados com 8,6 valores

O Algarve terá 2 projectos financiados com 7,6 valores

Lisboa e Vale do Tejo terão 20 projectos financiados com 6,8 valores

Porto e Norte do país terão 14 projectos financiados com 6,5 valores


No domínio dança

O Algarve terá 2 projectos financiados com 10 valores

O Alentejo terá 3 projectos financiados com 10 valores

Lisboa e Vale do Tejo terão 11 projectos financiados com 9 valores

O Centro do país terá 3 projectos financiados com 8,3 valores

Porto e Norte do país terão 5 projectos financiados com 7 valores


O erro é óbvio. Esperamos a correcção com urgência.


Subscrevem este documento as instituições culturais As Boas Raparigas,Cassiopeia, MetaMortemFase, Teatro Art'Imagem, Teatro do Bolhão, Teatro Bruto, Teatro do Ferro e Visões Úteis, e os profissionais Ada Pereira da Silva, Anabela Nóbrega, Ana Luena, Ana Teresa Castelo, Ana Vitorino, António Capelo, Carla Miranda, Carlos Costa, Catarina Martins, Cláudia Armanda, Cláudia Lázaro, Cristiana Morais, Glória Cheio, Igor Gandra, Inácio Barroso, Joana Providência, João Paulo Costa, Jorge Mendo, José Carlos Gomes, José Leitão, José Lopes, José Nuno Lima, Júlio Moreira,Luís Aly, Maria do Céu Ribeiro, Micaela Barbosa, Nelson Freitas, Paulo Oliveira, Pedro Aparício, Pedro Carreira, Pedro Carvalho, Pedro Matias, Renata Portas, Sara Paz, Susete Rebelo, Valdemar Santos e Vera Santos.

Sem comentários:

Enviar um comentário