quinta-feira, 14 de maio de 2015

Portugal tem das piores práticas da Europa no Apoio às Artes

A PLATEIA - Associação de Profissionais das Artes Cénicas, expressou à DGArtes a sua preocupação com o procedimento em curso para apoio às artes (bienal e anual).

Já há dois anos a DGartes anunciou a proposta de decisão apenas em Abril. Mas este ano chegámos a meados de maio sem qualquer resultado.

Estas práticas - anúncio de resultados já no ano a que respeitam, e mais ainda tão tarde - correspondem ao que de pior se faz na Europa em matéria de apoio às artes, comprometendo qualquer pretensão dos agentes a estratégias de gestão minimamente sustentáveis.

Sabemos que a DGArtes pouco poderá fazer relativamente ao momento da abertura do procedimento, já que este depende da tutela. Mas também nos parece que a própria DGArtes não tem os recursos necessários para instruir os concursos nos prazos legais, tal é o atraso que sucessivamente vai acumulando.

E a ser assim, não deveria a DGArtes admitir publicamente - perante a tutela, agentes e cidadãos - que não tem, neste momento, os recursos, nomeadamente humanos, necessários para instruir os programas de apoio às artes nos prazos legais?

Sem comentários:

Enviar um comentário