quinta-feira, 15 de março de 2018

Gato por lebre,Senhor Secretário de Estado da Cultura?

Senhor Secretário de Estado da Cultura,
CC  Senhor Primeiro Ministro,
CC Senhor Ministro da Cultura,

Infelizmente, tornou-se claro - nomeadamente nos resultados do apoio às artes, na área de cruzamentos disciplinares, entretanto tornados públicos - que a promessa do governo de continuar a direcionar os apoios para os artistas não passou de uma daquelas promessas levadas pelo vento.

Os resultados em causa mostram claramente o predomínio das grandes estruturas com equipas capazes de corresponderem às exigências de candidatura a que as entidades mais pequenas têm dificuldade em corresponder. Pior, das grandes estruturas que já estão associadas a instituições públicas, tornando os concursos num gato por lebre: o Estado financia-se a si próprio, fazendo de conta que se preocupa em apoiar as organizações mais frágeis do tecido artístico português, ao mesmo tempo que concentra os recursos em si próprio. 

Foi para isto que passou um ano a refletir no novo modelo de apoio às artes?


Afinal, se algo era para ser o que não é, porque é que se tem vindo a afirmar o contrário?

Sem comentários:

Enviar um comentário